MANUTENÇÃO

Saema segue com ação para eliminar vazamentos invisíveis

 Com pesquisas que ocorrem durante a noite e utilizando aparelhos específicos, equipes da autarquia localizam e reparam vazamentos na rede de água

 

Iniciada em 2017, a pesquisa de vazamentos invisíveis faz parte do Programa de Gestão de Perdas de Água e Energia do Saema, ação implantada para garantir, entre outros objetivos, a sustentabilidade econômica e financeira, regularidade dos serviços de abastecimento e o uso eficiente dos recursos hídricos.

A pesquisa consiste em realizar uma varredura nos ramais do município, que são as tubulações responsáveis pela distribuição de água tratada, utilizando um aparelho de escuta denominado “geofone eletrônico” e que permite que sejam localizados vazamentos na rede. “Estes vazamentos ocorrem após o rompimento da rede, pode ser uma simples rachadura, porém, nossa obrigação é evitar que a água tratada do município seja desperdiçada”, explica o presidente da autarquia Rubens Franco Junior.

Em janeiro de 2018 já foram pesquisados mais de 3 mil ramais e dentre eles foram localizados três vazamentos invisíveis. “Após localizar o vazamento a equipe de pesquisa informa uma outra equipe que irá emitir a ordem de serviço para que seja feito o devido reparo na rede”, diz Franco.

Para realizar o reparo é necessário que o tempo esteja estável, o serviço inclui as seguintes etapas: identificação do local; sinalização da obra; remoção do pavimento; perfuração do solo; manutenção corretiva da tubulação; assentamento do fundo da vala; reaterro da vala e a recomposição do pavimento. “A recomposição do pavimento também dependerá do tempo estável já que não pode ser realizada com a terra úmida, pois isso pode causar afundamento do solo e danificar novamente a rede”, explica.

Desta forma, o assentamento da vala é executado e deve-se esperar até que o solo esteja completamente seco para que seja feita a pavimentação com a massa asfáltica.

Mais informações sobre esse e outros serviços do Saema poderão ser obtidos pelo telefone 19 3543-5500 ou pelo site www.saema.com.br.

Comunicação/Saema 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pesquisa