ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ÁGUA

 

 

A Estação de Tratamento de Água (ETA) está localizada na Rua Ciro Lagazzi, Nº. 155 - Jardim Cândida, no município de Araras/SP. Na ETA é realizado o tratamento de água, através de processos físico-químicos e de esterilização bacteriológica, eliminando todas as formas de organismos patogênicos que possivelmente possam estar presentes no ambiente natural, no qual a água encontra-se armazenada (represas) ou de onde a água também é fornecida (rios).

 

 

Processo de tratamento da água:

 

O Saema é o órgão responsável pela qualidade de nossa água. Na autarquia, vários profissionais trabalham para manter nossa água limpa e para que esta chegue em nossas residências com boa qualidade, livre de bactérias que podem causar doenças.

 O tratamento da água consiste em seis etapas, que são feitas por químicos, biólogos, entre outros profissionais de áreas laboratoriais. Estas seis etapas são:

 

1. Captação: a chegada da água ao Saema. Nosso município recebe água de três pontos de captação: Represa Hermínio Ometto, Represa Antônio Meneghetti (Barragem Usina Santa Lúcia) e Rio Mogi Guaçu. A água é captada através de bombeamento. Nesta etapa é importante a velocidade de chegada da água, pois assim fica mais fácil a mistura de produtos adicionados na água em seu tratamento.

 

2. Coagulação e Floculação: a água que chega pode conter muitas impurezas que estão dispersas, então o coagulante vai servir para unir estas impurezas e facilitar sua remoção. A água chega ao processo de floculação com velocidade e agitação, o que facilita a união destas partículas. Para que estes dois processos ocorram são utilizados os seguintes produtos químicos:

Sulfato de Alumínio: coagulante, possui propriedades que ajudam a formar flocos gelatinosos e nesse momento são utilizados floculadores para agitar a mistura.

Hidróxido de Cálcio em Suspensão Aquosa: atua como um regulador de pH. O pH do sulfato de alumínio está em torno de 2,0 a 3,5, significando que é ácido, então para facilitar a floculação adiciona-se Hidróxido de Cálcio para aumentar o pH, deixando-o em torno de 6,5 que é considerado ideal para uma boa floculação.

Hipoclorito de Sódio: realiza a desinfecção da água e facilita a retirada de matéria orgânica e metais, ele elimina os microorganismos e bactérias presentes na água. Ex: E. Colli, Klebsiella, etc.

 

3. Decantação: nesta etapa a água passa lentamente pelos decantadores, permanecendo assim de uma a duas horas. Este processo facilita que os flocos de impurezas afundem por gravidade, preparando assim a água sobrenadante para filtração.

 

4. Filtração: após passar pelos decantadores a água vai para os filtros, onde são retidas as impurezas que permaneceram na água durante o processo de decantação. Estes filtros são constituídos por camadas de carvão ativado (retira o odor e sabor de substâncias químicas utilizadas), areia (que filtra as impurezas restantes) e cascalho (que tem a função de sustentação da areia e o carvão).

 

5. Fluoretação, Correção de pH, Ortopolifosfato de Sódio: depois de passar pelos filtros a água está potável, então é adicionado o flúor para evitar a proliferação de cáries. É adicionado Hidróxido de Cálcio para correção do pH. O Ortopolifosfato de Sódio é adicionado para proteger a tubulação contra a corrosão e oxidação.

 

6. Armazenamento: a água está pronta para o consumo, então permanece armazenada em reservatórios fechados e impermeabilizados, evitando assim que impurezas entrem em contato. Após este processo a água será distribuída para toda população de Araras.

 

Estrutura da Estação de Tratamento de Água de Araras:

 

- Entradas de água bruta: duas entradas da Barragem Hermínio Ometto, uma da Barragem Antônio Meneghetti (Tambury) e uma do Rio Mogi Guaçu.

- Floculadores: quatro conjuntos com 4 câmaras de 75.000 litros cada, totalizando 16 câmaras de floculação com capacidade total de 300.000 litros de água; o tempo médio de retenção é de 15 minutos para que ocorra a floculação.

- Decantadores: quatro tanques de decantação com capacidade de 1.200.000 litros cada, com tempo de retenção de 2 horas.

- Filtros: nove filtros com área de filtração de 28 m² cada, tendo entre seus componentes o cascalho (sustentação), areia e carvão ativado (filtração).

- Reservatórios: três reservatórios fechados e impermeabilizados com capacidade de 8,5 milhões de litros de água.

 

Vídeo sobre o processo de tratamento da água:

 

O JavaScript está desabilitado!
Para ver esse contúdo, você precisa de um browser capaz de reconhecer JavaScript.

 

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pesquisa