ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ÁGUA

 

A Estação de Tratamento de Água (ETA) está localizada na Rua Ciro Lagazzi, Nº. 155 - Jardim Cândida, no município de Araras/SP. Na ETA é realizado o tratamento de água, através de processos físico-químicos e de esterilização bacteriológica, eliminando todas as formas de organismos patogênicos que possivelmente possam estar presentes no ambiente natural, no qual a água encontra-se armazenada (represas) ou de onde a água também é fornecida (rios).

 
Processo de tratamento da água:
 
O Saema é o órgão responsável pela qualidade de nossa água. Na autarquia, vários profissionais trabalham para manter nossa água limpa e para que esta chegue em nossas residências com boa qualidade, livre de bactérias que podem causar doenças.
 
O tratamento da água consiste em seis etapas, que são feitas por químicos, biólogos, entre outros profissionais de áreas laboratoriais. Estas seis etapas são:
 
1. Captação: a chegada da água no Saema. Nosso município recebe água de três pontos de captação: Represa Hermínio Ometto, Represa Antônio Meneghetti (Tambury) e Rio Mogi Guaçu. A água é captada através de bombeamento. Nesta etapa é importante a velocidade de chegada da água, pois assim fica mais fácil a mistura de produtos adicionados na água em seu tratamento.
 
2. Coagulação e Floculação: a água que chega pode conter muitas impurezas que estão dispersas, então o coagulante vai servir para unir estas impurezas e facilitar sua remoção. A floculação irá agitar a água facilitando a união destas partículas. Para que estes dois processos ocorram são usados os seguintes produtos químicos:

Sulfato de Alumínio: coagulante, posui propriedades que ajudam a formar flocos gelatinosos e nesse momento são utilizados floculadores para agitar a mistura.

Cal hidratada: atua como um regulador de pH. O pH do sulfato de alúmínio está em torno de 2,0 a 3,0. significando que é ácido demais, então para facilitar a floculação adiciona-se cal hidratado para diminuir o pH, deixando-o em torno de 6,5 que é considerado ideal para uma boa floculação.

Hipoclorito de Sódio: é o bactericida, ou seja, ele elimina todos os microorganismos e bactérias presentes na água. Ex: E. Colli, Klebsiella, etc.

 

3. Decantação: nesta etapa a água passa lentamente pelos decantadores, permanecendo assim de duas a três horas. Este processo facilita que os flocos de impurezas afundem por gravidade, preparando assim a água sobrenadante para filtração.

 

4. Filtração: após passar pelos decantadores a água vai para os filtros, onde são retidas as impurezas que permaneceram na água durante o processo de decantação. Estes filtros são constituídos por camadas de carvão ativado (retira o odor e sabor de substâncias químicas utilizadas), areia (que filtra as impurezas restantes) e cascalho (que tem a função de sustentação da areia e o carvão).

 

5. Fluoretação, Correção de pH, Ortopolifosfato de Sódio: depois de passar pelos filtros a água está potável, então é adicionado o flúor para evitar a ploriferação de cáries. Se necessário é adicionado mais cal hidratado para correção do pH. O Ortopolifosfato de Sódio é adicionado para proteger a tubulação contra a corrosão e oxidação.

 

6. Armazenamento: a água está pronta para o consumo, então permanece armazenada em reservatórios fechados e impermeabilizados, evitando assim que impurezas entrem em contato. Após este processo a água será distribuída para toda população de Araras.

 

Estrutura da Estação de Tratamento de Água de Araras:

 

- Entradas de água bruta: duas entradas da Barragem Hermínio Ometto, uma da Barragem Antônio Meneghetti (Tambury) e uma do Rio Mogi Guaçu.

 

- Floculadores: quatro conjuntos com 4 câmaras de 75.000 litros cada, totalizando 16 câmaras de floculação com capacidade total de 300.000 litros de água; o tempo médio de retenção é de 15 minutos para que ocorra a floculação.

 

- Decantadores: quatro tanques de decantação com capacidade de 1.200.000 litros cada, com tempo de retenção de 2 horas.

 

- Filtros: nove filtros com área de filtração de 28 m² cada, tendo entre seus componentes o cascalho (sustentação), areia e carvão ativado (filtração).

 

- Reservatórios: três reservatórios fechados e impermeabilizados com capacidade de 8,5 milhões de litros de água.

 

Vídeo sobre o processo de tratamento da água:

 

{flv}VTS_01_1{/flv}

 

 

 

 

 

 

Notícias

Comunicado: rompimento de adutora pode causar falta d´água na região norte
Leia mais...
 
Pródébito 2: prazo para parcelamento de dívidas termina nesta sexta-feira

 

Leia mais...
 
Dia da Árvore: atividades comemorativas começaram nesta segunda-feira

 

Leia mais...
 
Saema inicia a 5ª Sipat na segunda-feira
Leia mais...
 
Saema discutirá o problema da estiagem em encontro no Centro Cultural
Leia mais...
 
Saema: palestra, saúde e higiene são atividades no início da 5ª Sipat

 

Leia mais...
 
Araras registra 55% menos chuva do que no ano passado
Leia mais...
 
Decreto autoriza multa a munícipe que gastar água
Leia mais...
 
Saema realiza campanha pela saúde do trabalhador
Leia mais...
 
Saema define devolução de taxas pagas em concurso cancelado
Leia mais...
 
Problema no sistema tem dificultado adesão do PróDébito do Saema

 

Leia mais...
 
Concurso público do Saema é cancelado
Leia mais...
 
0800 do Saema funcionará normalmente durante os jogos do Brasil

 

Leia mais...
 
Problemas ambientais transmitidos com bom humor

 

Leia mais...
 
0800 do Saema esta recebendo ligação de celular
Leia mais...
 
Servidores participam do programa “Conscientização Profissional”
Leia mais...
 
Semana do Meio Ambiente: bióloga do DMA faz palestra a alunos do Sesi
Leia mais...
 
13/05/14 - Blitze educativas utilizam humor para falar sobre economia de água

Leia mais...
 
09/05/14 - Comunicado: Saema interditará avenida para realização de obra

Leia mais...
 
07/05/14 - Reservatórios pichados por vândalos recebem pintura

Leia mais...

Pesquisa