Serviço de Água, Esgoto e Meio Ambiente do Município de Araras
Área verde

200 mudas nativas serão plantadas em área verde do Residencial Milton Severino
Ação será realizada pelos próprios moradores, com a coordenação da Emhaba e do Departamento de Meio Ambiente do Saema

                                                                                                                                       Emhaba/PMA

Ação visa incentivar os moradores a preservar áreas verdes no Residencial Prefeito Milton Severino

Área verde localizada em frente à quadra K do Residencial Prefeito Milton Severino irá receber o plantio de 200 mudas de árvores nativas neste sábado (1º). A ação, que acontece a partir das 9h, será realizada pelos próprios moradores do local e coordenada pela Prefeitura de Araras, por meio da Emhaba (Empresa Municipal de Habitação de Araras) e do Departamento de Meio Ambiente do Saema (Serviço de Água e Esgoto de Araras).

 

O residencial conta com 680 casas e foi construído por meio do Programa Minha Casa, Minha Vida, do Governo Federal, em parceria com a Prefeitura de Araras.

 

A iniciativa visa conscientizar a população sobre a importância do cuidado das árvores e da preservação do meio ambiente. “Além de promover mais qualidade de vida aos moradores, o objetivo é fazer com que eles adotem uma árvore e possa cuidar delas como se fossem suas. Queremos também conscientizar as crianças sobre o dever social em preservar o meio ambiente, ensinando-as a não quebrar as mudas e cuidar das árvores. Um bairro bem arborizado só depende da ação de cada morador, que pode contribuir fazendo a sua parte, cuidando de sua muda todo dia e incentivando seus vizinhos a fazerem o mesmo”, disse o presidente da Emhaba, Jackson de Jesus.

 

A área verde receberá o plantio de mudas nativas de diferentes espécies, entre elas goiaba vermelha, jabuticaba, lixa, mutambo, paineira rosa, paineira branca, pitanga, tucaneiro e uvaia.

 

A equipe do Departamento de Meio Ambiente estará no local para orientar os moradores e dar dicas sobre arborização. “Essa ação é uma continuidade dos trabalhos de educação ambiental realizados nas duas reuniões que tivemos com moradores dos dois residenciais, construídos por meio do Minha Casa, Minha Vida, em fevereiro deste ano. É importante que eles tenham em mente a importância de um bairro arborizado. As árvores contribuem muito para a redução da temperatura, o aumento da umidade e da qualidade do ar”, disse Bruna Fatoretto, responsável pelas ações de educação ambiental do Departamento de Meio Ambiente do Saema.

 

A equipe do DMA irá distribuir panfletos explicativos que abordam como plantar uma muda da maneira correta e como cuidar delas, posteriormente. Além disso, eles irão alertar os moradores sobre as regras vigentes como poda e remoção corretas das árvores plantadas nas calçadas em frente as casas.


Horácio Busolin Júnior /Secom

28/01/15 

 
Modernização

PAC: assinado contrato para conclusão das obras de modernização do tratamento de esgoto
Documentação será encaminhada à Caixa Econômica Federal para autorização; serviços começam em agosto e têm prazo de até 18 meses para serem concluídos

                                                                                                                                         Secom/PMA

Felipe Beloto, presidente do Saema, e Luiz Paulo Dezotti, da Baseplan Construtora, durante assinatura de contrato das obras do PAC

 

O contrato para conclusão das obras de modernização do tratamento de esgoto foi assinado na última sexta-feira (24) entre representantes do Saema (Serviço de Água, Esgoto e Meio Ambiente) e da empresa Baseplan Construtora Ltda. Epp., de Araras, vencedora da licitação aberta em maio.

 

As obras são realizadas com recursos do PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento), do Governo Federal. O valor do contrato é R$ 6.262.434,70 – a estimativa inicial era de R$ 7,4 milhões.

 

“A documentação será encaminhada à Caixa Econômica Federal para autorização, já que envolve verbas do Governo Federal. A obra começa em agosto e têm prazo de até 18 meses para ser concluída”, explica o presidente do Saema, Felipe Dezotti Beloto.

 

A obra envolve a construção de uma estação elevatória de esgoto nas imediações do Jardim do Lago e Residencial Santa Mônica. Tecnicamente, ela é chamada de Estação Elevatória Norte. Com vazão de 50,32 litros por segundo, essa estação vai bombear os efluentes para o emissário que já está instalado sob a Avenida Fábio da Silva Prado.

 

Os serviços também contemplam a construção do chamado Interceptor Arary, na Fazenda São Vicente, na zona norte. Com tubulação de concreto armado de diâmetro de 400 milímetros, numa extensão de 201,93 metros, esse interceptor coletará o esgoto captado por meio de outro emissário - já instalado atrás da propriedade - e vai conectá-lo à rede principal, sob a Fábio Prado.

 

Também está contemplada a implantação da Linha de Recalque Norte – também sob a Fábio Prado, com a instalação de três ventosas. E, por fim, o item que é considerado mais expressivo, tanto em extensão linear quanto em valores: o emissário de esgoto da margem esquerda da avenida Dona Renata. Ele começa no cruzamento com a Fábio Prado (próximo à Delegacia do Município) e segue rumo à zona leste, por 5.374,94 metros, até chegar à Estação de Tratamento de Esgoto propriamente dita.

 

Esse emissário será feito de tubos corrugados em PEAD (Polietileno de Alta Densidade) em diferentes diâmetros, conforme o trecho – 450 mm, 600 mm e 750 mm, contando com 73 poços de visita (PVs), além de um sifão invertido na chegada da ETE (para transposição do Ribeirão das Araras).

 

“O maior volume de obras corresponde à implantação de tubulações em PEAD, o que é considerado um serviço geralmente rápido. Por isso, a obra pode ser concluída antes dos 18 meses previstos”, estima Beloto.

 

Modernização da ETE
Sobre a modernização da ETE, o presidente do Saema explica que uma nova licitação será aberta nos próximos dias. “Estamos com todas as planilhas prontas, só aguardando os projetos de elétrica e automação, que acabaram de ser contratados pela autarquia. A expectativa é que o edital seja publicado até o final deste ano”, completou Beloto.

 

Paralelamente às obras de modernização do tratamento de esgoto, os trabalhos do PAC de macrodrenagem urbana foram retomados recentemente e seguem próximo ao cruzamento das avenidas Milton Severino e Dona Renata, com alargamento da calha dos Ribeirões das Furnas e das Araras.

 

Secom/PMA

27/07/15 

 
Hidrômetros

Saema lança campanha Seu Hidrômetro na Calçada
Saema pretende com a medida realizar os serviços em mais de 2.500 cavaletes com dificuldades para leitura – medida paz parte do Plano de Metas como ação de recuperação de perda de água tratada e faturamento

                                                                                            Ederaldo Poy/Saema

Campanha foi lançada nesta quarta-feira (8), durante coletiva com a imprensa

O Saema (Serviço de Água, Esgoto e Meio Ambiente) de Araras realizará a campanha Seu Hidrômetro na Calçada, em que pretende colocar nas calçadas todos os cavaletes (hidrômetros) que se encontram instalados na parte interna dos terrenos das residências. Atualmente, 2.552 aparelhos estão nesta situação.

 

A medida, avaliada por meio da nota técnica nº 14/2015 da Ares-PCJ (Agência Reguladora de Serviços de Saneamento das Bacias dos Rios Piracicaba, Jundiaí e Capivari), órgão ao qual Araras é consorciada para decisões sobre gestão de água e saneamento, faz parte do Plano de Metas estabelecido pela autarquia no início do ano para o enfrentamento da crise hídrica da região.

 

A campanha foi apresentada nesta quarta-feira (8), durante coletiva de imprensa realizada na autarquia.

 

Pelo entendimento da agência reguladora, a substituição de interesse direto do prestador, para controle de perdas e faturamento junto dos volumes consumidos, a isenção da cobrança deste serviço público não encontra óbice técnico e possui sustentabilidade financeira, dado ser um eficiente instrumento de recuperação de receita.

 

“Pretendemos com esta campanha reduzir as perdas aparentes na rede de distribuição de água tratada. Os hidrômetros sem acesso, ou seja, que não permitem uma correta aferição da leitura totalizam cerca de 6% das ligações. Sem acesso, as leituras deixamos de computar o consumo, fugindo assim do nosso real gasto”, disse Felipe Dezotti Beloto, presidente da autarquia.

 

Além de integrantes da imprensa de Araras, a coletiva contou também com a presidente da Câmara Municipal Magda Regina Carbonero Celidorio, os secretários Eduardo de Moraes (Governo), Elizabeth Cilindri (Educação), Marizeth Baghin Morandin (Fazenda), Vanda Bressan Pavan (Saúde), Leo Gurnhak (chefe de gabinete), além do presidente da Emhaba Jackson de Jesus e do presidente do TCA Luiz Carlos Scarcella.

 

O serviço da colocação do hidrômetro na calçada será feito gratuitamente pelo Saema, ficando o cidadão isento da tarifa de R$ 366,90. Cabe ao consumidor, a colocação da tampa de ferro na nova caixinha, o conserto da calçadinha, além da realização da ligação da rede do cavalete para a residência – esses serviços já são de responsabilidade do munícipe.

 

Caso o consumidor opte pela instalação do novo modelo de padrão, aquele em que o hidrômetro fica instalado na parede, poderá solicitar o serviço do mesmo jeito. Entretanto, cabe a ele realizar as adequações civis para tanto.

 

O pedido deve ser feito no período de 15 de julho a 16 de outubro, diretamente na Central de Atendimento, na Rua José Bonifácio, 645, no Centro, ou no Atendimento do CAM Guerino Bertolini, que fica na zona leste. O prazo para a instalação será de até 6 meses a partir da emissão da ordem de serviço.

Ederaldo Poy/Saema 

 
Serviço on-line

Saema lança Agência Virtual para atendimento pela internet
Canal é uma forma de ampliar o alcance dos serviços prestados ao público

                                                                                             Ederaldo Poy/Saema

Serviço permite que os mais de 43 mil clientes encontrem o que procuram de forma rápida e fácil

Os consumidores do Saema (Serviço de Água, Esgoto e Meio Ambiente) de Araras já podem acessar a Agência Virtual para atendimento pela internet. O canal é uma forma de ampliar o alcance dos serviços prestados ao público.

 

O serviço foi apresentado nesta quarta-feira (8), durante coletiva de imprensa na autarquia, e está disponível no site – www.saema.com.br – em um ícone do lado direito no canto alto da página, com os dizeres “segunda via – fatura fácil”. O serviço permite que os mais de 43 mil clientes encontrem o que procuram de forma rápida e fácil.

 

Por esse serviço on-line é possível consultar seu extrato, visualizar e imprimir a 2ª via da conta, acompanhar histórico de consumo, histórico de contas, certidão negativa, acompanhamento de solicitações e cronograma de leitura.

 

O cliente poderá realizar também solicitações de débito automático, troca de registro, falta de água, pedir alteração do dia de vencimento da conta ou mesmo solicitar que sua conta seja enviada por e-mail - todos os serviços solicitados poderão ser acompanhados via on-line.

 

"A Agência Virtual é uma nova maneira de nos relacionarmos com nossos consumidores. Não é apenas um produto ou uma nova ferramenta, mas uma forma de facilitar a vida dos nossos consumidores”, disse o arquiteto Felipe Dezotti Beloto, presidente do Saema.

 

O serviço on-line já está à disposição da população e o primeiro passo para ter acesso às informações é preencher, uma única vez, um cadastro simples com os dados pessoais.

 

Além de integrantes da imprensa de Araras, a coletiva contou também com os secretários Eduardo de Moraes (Governo), Elizabeth Cilindri (Educação), Marizeth Baghin Morandin (Fazenda), Vanda Bressan Pavan (Saúde), Leo Gurnhak (chefe de gabinete), além do presidente da

Emhaba Jackson de Jesus e do presidente do TCA Luiz Carlos Scarcella.

 

Em caso de dúvida, mais esclarecimentos poderão ser obtidos pelos telefones 3544-9770, 3544-7043 e 3544-3858.

Ederaldo Poy/Saema 

 
Atendimento

Saema cria gestor de clientes e consumidores

Servidor fará atendimento especializado ao cliente-alvo, visando oferecer serviços direcionados na busca de perdas de faturamento

                                                                                                      Cristiano Leite/Tribuna do Povo

José Eduardo Lívio, será o gestor, exercendo suas atribuições rotineiras inerentes ao cargo ocupado

Em busca de estreitar o atendimento a clientes-alvo o Saema (Serviço de Água, Esgoto e Meio Ambiente) de Araras passou a ter um gestor de clientes e consumidores onde o servidor fará atendimento especializado visando oferecer serviços direcionados na busca de perdas de faturamento.

 

O servidor efetivo, José Eduardo Lívio, será o gestor, exercendo suas atribuições rotineiras inerentes ao cargo ocupado, executando gestão de clientes e consumidores do Saema a título de serviço público relevante, visando desempenhar as atividades de gerenciamento, acompanhamento, monitoramento, supervisão, fiscalização.

 

“O Eduardo Lívio foi nosso diretor de produção de água por alguns anos e é conhecedor dos trabalhos necessários para esse tipo de gestão, que não existe no serviço público”, disse Felipe Dezotti Beloto, presidente do Saema.

 

Com esse serviço a autarquia espera eliminar as perdas de faturamento e buscar evitar que clientes adotem outras fontes de abastecimento, como poços artesianos.

 

Essa medida é mais uma do Plano de Metas estabelecido pela autarquia no início do ano para o enfrentamento da crise hídrica para médio prazo.

 

Ederaldo Poy/Saema 

 
Plano de Metas

Saema adquire 2 novos reservatórios para zonas leste e sul


Dispositivos têm capacidade para armazenar 1 milhão de litros de água cada um; investimento faz parte do Plano de Metas para conter a crise hídrica

Arquivo/Saema

Um dos reservatórios será instalado na Praça Oswaldo Colombini, no Parque Industrial, ao lado de um já existente no local

Na última semana foram assinados contratos para a aquisição de mais dois reservatórios com capacidade de 1 milhão de litros de água cada um. A medida faz parte das ações de médio prazo do Plano de Metas, conjunto de medidas que o Saema (Serviço de Água, Esgoto e Meio Ambiente) de Araras estabeleceu no início do ano para enfrentar a crise hídrica.


Os reservatórios serão tubulares metálicos. Um deles, modelo elevado, medindo 22 metros de altura e 7,8 metros de diâmetro será instalado na Praça Oswaldo Colombini, no Parque Industrial, entre as ruas Mato Grosso e Santa Catarina, ao lado de um reservatório já existente com capacidade para 350 mil litros de água - este foi construído há mais de 40 anos e será reformado, assim que o novo sistema entrar em operação.


Já o outro reservatório, modelo apoiado, 17,84 metros de diâmetro por 5 metros de altura, será instalado próximo ao Residencial Portal do Sol, empreendimento construído por meio do programa Minha Casa, Minha Vida, na Avenida Luis Carlos Tunes (Via Novela), zona leste.


Para o presidente do Saema Felipe Dezotti Beloto, aos poucos as metas estabelecidas para conter a crise hídrica vão sendo cumpridas.


“Esse é mais um passo importante que estamos dando dentro das metas estabelecidas para enfrentar a crise da falta d’água. Depois de cumprir as metas de curto prazo, já estamos executando também as de médio prazo”, disse.


O valor total do investimento é de R$ 1.967.592,95, sendo que o reservatório da zona leste custou R$ 1.166.878,98 e o da zona sul, R$ 800.713,97. A empresa vencedora do processo licitatório foi a Antenor Verona & Cia Ltda (Metalúrgica Verona), da cidade de Vista Alegre do Alto.


As ordens de serviços deverão ser entregues na semana que vem e, a partir daí, a empresa terá prazo de quatro meses para a instalação dos reservatórios.


Plano de Metas


O Saema e a Prefeitura Araras lançaram em janeiro deste ano um conjunto de metas para enfrentamento do período de estiagem – as ações foram estabelecidas em medidas de curto prazo (6 meses), médio prazo (6 a 24 meses) e longo prazo (além de 24 meses).


As medidas de curto prazo já foram concluídas, sendo que entre elas estava a ampliação de captação de água do Rio Mogi Guaçu, passando de 200 litros/segundo (média de 17 milhões de litros/dia) para 340 l/s (média de 29 milhões de litros/dia) – serviços concluídos e colocados em operação no final do mês de março.


A medida proporcionou que fosse feita uma reserva maior da água dos reservatórios, que são abastecidos basicamente com a água de chuva, para o enfrentamento do período da estiagem que esta por vir.

Com essa melhoria passou-se a utilizar aproximadamente 80% da água do Rio Mogi Guaçu para distribuição a população, com o restante sendo captado das represas - anteriormente a situação era inversa.


Ações já concluídas

Medidas Curto Prazo (6 meses)
• Interrupções no abastecimento de água (racionamento);
• Campanha informando e ensinando como economizar água;
• Ampliação da fiscalização e aplicação de multas ao desperdício;
• Ampliação do atendimento pelo 0800 e criação de serviço por aplicativo;
• Redução do mínimo de consumo (de 18.000 l para 10.000 l);
• Incentivo (desconto em conta) para quem economizar água (abaixo de 5.000 l);
• Suspensão da emissão de certidão de diretrizes para novos parcelamentos de solo;
• Desassoreamento da barragem Hermínio Ometto (Sobradinho) 
• Transposição de águas de microbacias para restabelecimento da barragem Hermínio Ometto; 
• Ampliação da captação de água do Rio Mogi Guaçu de 200 l/s para 340 l/s;
• Perfuração de poços artesianos para abastecimento em locais específicos; sendo executada


Medidas de Médio Prazo (6 à 24 meses)
• Implantação de 11 mil novos hidrômetros, substituindo equipamentos antigos e deteriorados; sendo executado 
• Executar reflorestamento das APPs das represas visando à manutenção da quantidade e da qualidade das águas; sendo executado
• Implantação de mais 2 (dois) reservatórios de 1 milhão de litros de água nas regiões leste e sul, pra suprir demanda de consumo;

 

Ederaldo Poy/Saema 

26/06/15

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL

 

 

 

 

 

Notícias

Comunicado: rompimento de adutora pode causar falta d´água na região norte
Leia mais...
 
Pródébito 2: prazo para parcelamento de dívidas termina nesta sexta-feira

 

Leia mais...
 
Dia da Árvore: atividades comemorativas começaram nesta segunda-feira

 

Leia mais...
 
Saema inicia a 5ª Sipat na segunda-feira
Leia mais...
 
Saema discutirá o problema da estiagem em encontro no Centro Cultural
Leia mais...
 
Saema: palestra, saúde e higiene são atividades no início da 5ª Sipat

 

Leia mais...
 
Araras registra 55% menos chuva do que no ano passado
Leia mais...
 
Decreto autoriza multa a munícipe que gastar água
Leia mais...
 
Saema realiza campanha pela saúde do trabalhador
Leia mais...
 
Saema define devolução de taxas pagas em concurso cancelado
Leia mais...
 
Problema no sistema tem dificultado adesão do PróDébito do Saema

 

Leia mais...
 
Concurso público do Saema é cancelado
Leia mais...
 
0800 do Saema funcionará normalmente durante os jogos do Brasil

 

Leia mais...
 
Problemas ambientais transmitidos com bom humor

 

Leia mais...
 
0800 do Saema esta recebendo ligação de celular
Leia mais...
 
Servidores participam do programa “Conscientização Profissional”
Leia mais...
 
Semana do Meio Ambiente: bióloga do DMA faz palestra a alunos do Sesi
Leia mais...
 
13/05/14 - Blitze educativas utilizam humor para falar sobre economia de água

Leia mais...
 
09/05/14 - Comunicado: Saema interditará avenida para realização de obra

Leia mais...
 
07/05/14 - Reservatórios pichados por vândalos recebem pintura

Leia mais...

Pesquisa