Serviço de Água, Esgoto e Meio Ambiente do Município de Araras
Comunicado

Bairro Morro Grande ficará sem água nesta segunda-feira

O Saema (Serviço de Água, Esgoto e Meio Ambiente) realiza nesta segunda-feira (16) limpeza no reservatório de água localizado no bairro rural Morro Grande. Devido aos serviços, o bairro ficará sem água durante todo o dia.

Na noite do domingo (15), os registros que abastecem a caixa serão fechados para o esgotamento da água. A previsão é que a situação se normalize ainda na segunda-feira à noite. Os serviços envolvem limpeza e desinfecção do reservatório.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone de urgência 0800-014-4321.
 

Ederaldo Poy/Saema

160315 

 
Mobilização social

Semana do Município tem como temática campanha para economia de água
Ações de mobilização social, atrações culturais e esportivas acontecem até 31 de março; 1ª Feira do Estudante também integra programação

                                                                                                                                         Secom/PMA

 

Lançamento da campanha para economia de água abriu a programação da Semana do Município/Semana da Água

As comemorações aos 144 anos de emancipação político-administrativa de Araras têm programação diferenciada. Este ano, a administração municipal realiza a Semana do Município simultaneamente à Semana da Água para reforçar a importância da participação popular nas ações que visam a economia de água.

A programação foi apresentada na última quarta-feira (11) e tem como temática Use, Não Abuse. Água. Nosso Grande Desafio. O tema é o mesmo da campanha que visa sensibilizar a população para economizar 7 milhões de litros de água ao dia, reduzindo assim o consumo da cidade para 25 milhões de litros diários, dentro do esquema de racionamento 12hx36h em vigor no município. Atualmente, o consumo médio é de 32 milhões de litros ao dia.

                                                                                                                                           Divulgação

Show da Banda CO2 Zero, que acontece no dia 22, é movido a pedaladas

Entre as inúmeras iniciativas programadas até o dia 31 de março estão ações de mobilização social, como a Caminhada pela Economia de Água e o Abraço ao Lago Municipal, peça teatral sobre meio ambiente e água, passeio ciclístico, Corrida 24 de março, show com a banda CO2 Zero (espetáculo movido a pedaladas), além de circuito de palestras e gincanas sobre economia de água nas escolas municipais.

No dia 24 de março, aniversário da cidade, será realizado ato cívico no Obelisco da Praça Barão de Araras com apresentações de alunos da rede municipal de ensino.

                                                                                                                                          Secom/PMA

Corrida 24 de Março deste ano terá ação de conscientização sobre o uso racional da água

Já no dia 22 de março, Dia Mundial da Água, está prevista a ativação do Economizômetro - placar digital onde serão exibidos os números da economia de água diariamente. A ação acontece na Praça Barão de Araras, ao lado da Basílica de Nossa Senhora do Patrocínio, às 20h

As comemorações contam ainda com show da banda Fattus, na Praça Barão de Araras, no dia 29 de março.

 

1ª Feira do Estudante

Outro evento que faz parte da Semana do Município é 1ª Feira do Estudante – Araras, Cidade Educadora, promovida pela Prefeitura de Araras, por meio da Secretaria de Educação.

O evento, que acontece entre os dias 25 e 27 de março, das 8h30 às 22h, foi apresentado nesta sexta-feira (13), durante coletiva no Centro Cultural Leny de Oliveira Zurita.

Cerca de 20 instituições de ensino públicas e privadas participarão da Feira, que terá entrada gratuita à população.

A feira é destinada aos alunos do 8º e 9º anos do ensino fundamental da rede municipal de ensino, além de estudantes do ensino médio de escolas estaduais, particulares e de ensino técnico, e demais pessoas interessadas em conhecer mais sobre cursos de nível técnico, superior e capacitação oferecidos na cidade.

O objetivo inicial é facilitar a escolha dos estudantes sobre qual carreira seguir, além de proporcionar a integração deles com o mercado de trabalho e as instituições instaladas no município.

Clique aqui e acesse a programação da Semana do Município 2015



Horácio Busolin Júnior / Secom

13/03/15

 

 
Campanha

Lançado o desafio para Araras economizar mais 7 milhões de litros de água ao dia

Evento de lançamento da mobilização Use, Não Abuse – Água, nosso Grande Desafio foi nesta quarta-feira (11) e contou com autoridades, educadores, lideranças de vários segmentos e imprensa da cidade e região

                                                                                                                                         Secom/PMA

Meta da campanha é sensibilizar a população para atingir o consumo de 25 milhões de litros por dia

Economizar 7 milhões de litros de água ao dia e fazer com que a cidade consuma 25 milhões de litros diários, dentro do esquema de racionamento 12hx36h em vigor no município. Envolver a sociedade na mudança de hábitos e de cultura em relação à água, visando o uso racional desse precioso recurso. Tratar a crise hídrica como um problema que também é ambiental e atinge centenas de cidades brasileiras.

Esses são alguns dos objetivos – a redução do consumo como prioridade – da mobilização social – Use, Não Abuse. Água – nosso grande desafio, lançada nesta quarta-feira (11) pela Prefeitura de Araras e pelo Saema (Serviço de Água, Esgoto e Meio Ambiente).

O lançamento ocorreu Centro de Educação e Formação Continuada Professor Dirçon Kammer e contou com a participação de lideranças de vários segmentos da sociedade, educadores, autoridades e imprensa, tanto de Araras quanto da região.

Com consumo diário de em média 32 milhões de litros atualmente, Araras precisa reduzir 7 milhões nessa marca para que a oferta de água do rio Mogi Guaçu seja suficiente para suprir a demanda do município, com o racionamento em vigor. Cálculos do Saema apontam que, se cada ararense economizar mais 50 litros diários, a meta será alcançada. E, ainda assim, o consumo per capita ainda será de quase 200 litros diários, acima do que estipula a Organização Mundial da Saúde como disponibilidade mínima diária por habitante.

Se a meta for batida, conforme reiterou no evento o presidente do Saema, Felipe Beloto, a cidade deixará de usar água das represas Hermínio Ometto e Tambory/Santa Lúcia, que precisam recuperar ao máximo seus volumes para ajudar o município a enfrentar o período tradicional de estiagem, previsto para começar em abril e ir até setembro, outubro, ou mesmo novembro, segundo previsões climáticas mais pessimistas.

“Está chovendo, é verdade. As chuvas têm sido muito bem vindas para nos ajudar a melhorar nossas represas e o próprio rio Mogi Guaçu. Mas, vem aí um período muito difícil de estiagem e só a redução do consumo, aliada às medidas que nós estamos tomando no Saema, é que nos ajudará de fato a ter segurança hídrica durante a estiagem”, disse Beloto no evento.

                                                                                                                                          Secom/PMA

Presidente do Saema, Felipe Beloto reforçou a importância da participação popular na campanha

Ações em várias frentes

Para mobilizar a cidade em torno desse objetivo de redução do consumo e reeducação sobre o uso da água, foi desenvolvido um conjunto de ações em diversas frentes.

Reuniões setoriais foram realizadas nas últimas semanas, na própria UAB. Padres, pastores, líderes religiosos de outras várias denominações, presidentes de sindicatos e associações, presidentes de clubes de serviço, educadores, profissionais de saúde e até empresários de varejo – supermercados, entre outros.

As reuniões foram conduzidas pelo estudante Denner Júnior, ex-vereador jovem e pela educadora ambiental Bruna Fatoretto, do Departamento de Meio Ambiente do Saema. “Foi muito gratificante participar de um trabalho dessa natureza, tão importante e que impactará na vida de cada um na cidade. A receptividade foi muito boa”, disse Denner.

Nessas reuniões prestou-se contas das ações do Saema para enfrentar a crise hídrica e colheu-se sugestões sobre outras medidas para encarar essa fase crítica.

Enquanto isso, foram desenvolvidas ações educativas, sociais, esportivas, culturais e uma intensa campanha de divulgação, com peças publicitárias em diversos meios e material de apoio para ser distribuído na comunidade.

Eventos foram programados e estão sendo preparados como comemoração conjunta da Semana da Água e Semana do Município. A programação começou neste dia 11, com o lançamento da mobilização pela água, e vai até dia 31 de março. (veja no final deste texto)

Durante o lançamento da mobilização, a vereadora Magda Celidório, presidente da Câmara, colocou o Legislativo à disposição da Prefeitura e do Saema, para divulgar e abraçar a causa. “Podem usar inclusive a TV Câmara para veicular o anúncio da campanha e fazer demais divulgações, pois a água é nossa garantia de vida e precisamos mudar nossos hábitos”, disse ela.

Já o prefeito Nelson Dimas Brambilla, em sua manifestação durante o lançamento, afirmou que é nas crises que a humanidade aprende a evoluir. “Historicamente sempre foi assim.

As dificuldades nos impulsionam e nos fazem buscar novas maneiras de viver e novas soluções. A responsabilidade de diminuir o consumo de água em Araras deve ser de todos, do prefeito, do presidente do Saema e da população da cidade, pois moramos aqui. Devemos caminhar juntos neste desafio, e faremos de tudo para atingir a meta de 25 milhões de litros por dia”, disse ele.

“Economizômetro”
Nos moldes do popular “Impostômetro”, placar digital com informações atualizadas em tempo real, um “Economizômetro” será instalado na Praça Barão dia 22 de março, Dia Mundial da Água. O evento contará com atração cultural especial.

O Economizômetro mostrará todos os dias a economia de água, o superávit ou o déficit em relação à meta.

No dia seguinte, 23 de março, está programada uma grande caminhada pelo uso racional da água, saindo da Praça Barão de Araras, percorrendo o Centro e chegando ao Parque Municipal Fábio da Silva Prado, o Lago, que receberá um abraço simbólico dos participantes.

Outros eventos e ações complementam a mobilização, como concurso de economia de água entre estudantes, palestras, peça teatral e ações via redes sociais.

#usenaoabuse

                                                                                                                                          Secom/PMA

Campanha conta com camisetas e material gráfico

Falando em redes sociais e internet, foram lançados hoje também o site e a fanpage relativos à mobilização Use, Não Abuse. O endereço www.usenaoabuse.com.br foi idealizado como o “site da transparência” sobre a crise hídrica. Ali é possível encontrar o nível atual das represas, dicas de economia de água, notícias atualizadas, entre outras informações.

Já na fanpage facebook.com/usenaoabuse é possível encontrar conteúdo diversificado e convites para postagens com a hashtag #usenaoabuse, com a qual os internautas podem postar o que estão fazendo no seu dia a dia para economizar água.

Dicas de economia, diversão, selfies sobre economia de água, agenda de eventos, informações variadas, entre outros conteúdos também serão postados de forma divertida e dinâmica na fanpage.


Programação da Semana do Município/Semana da Água

Semana do Município e Semana da Água 2015

Temática: Use, Não Abuse. Água. Nosso Grande Desafio

De 11 a 31 de março de 2015

Dia 11 de março - quarta-feira
Lançamento da campanha Use, Não Abuse - Água, Nosso Maior Desafio
UAB - Universidade Aberta do Brasil - 9h
Dia 14 de março - sábado
Passeio Ciclístico Colégio Objetivo - Caça ao tesouro - eventos com temática ambiental - 8h30 - saída do Colégio, altos da avenida Padre Alarico Zacarias.

Dia 19 de março - quinta-feira
Peça Teatral - A Última Gota - conscientização sobre meio ambiente e água.
Teatro Estadual Maestro Francisco Paulo Russo - Seções pela manhã e tarde para alunos da rede municipal 
seções - 8h, 9h30, 14h e 15h30

22 de março - domingo - DIA MUNDIAL DA ÁGUA
Corrida 24 de março - Saída 8h30 e Chegada Ginásio de Esportes Nelson Rüegger - Conscientização sobre o uso racional da água na saída dos atletas
Ativação do Economizômetro - placar digital onde serão exibidos os números da economia de água diariamente. Praça Barão de Araras, ao lado da Basílica de Nossa Senhora do Patrocínio - 20h

Apresentação da banca CO2 Zero - Cantando a Ecologia - espetáculo musical movido a pedaladas - 20h Praça Barão de Araras

23 de março - segunda-feira
Caminhada pela Economia de Água - Saída da praça Barão de Araras, 8h. Participação de crianças da rede municipal de ensino e integrantes dos grupos de terceira idade - caminhada com faixas e cartazes no Centro, em direção ao Lago Municipal 
Abraço ao Lago Municipal - nosso maior cartão postal, que simboliza a importância da água como fonte de vida. 9h- Apresentações culturais na tenda multiuso no novo jardim do Lago.
Lançamento do Desafio da Água nas escolas locais - gincana interna visando a economia de água nas residências dos alunos. Tenda Multiuso do Lago
Início Circuito de Palestras em escolas municipais - Departamento do Meio Ambiente


24 de março - terça-feira DIA DO MUNICÍPIO
Ato cívico pela Emancipação Político-Administrativa de Araras - Obelisco Praça
Barão - apresentações culturais de alunos da rede municipal - temática do uso racional da água. 8h, Praça Barão
Circuito de Palestras em escolas municipais - Departamento do Meio Ambiente (palestras vão até dia 31)

25 de março - quarta-feira:
Abertura da 1a Feira do Estudante - Araras - Cidade Educadora. Com conscientização pelo uso racional da água - Centro Cultural de Araras Leny de Oliveira Zurita - 8h30
Circuito de Palestras em escolas municipais - Departamento do Meio Ambiente

26 de março - quinta-feira
Feira do Estudante - Araras - Cidade Educadora - Centro Cultural de Araras Leny de Oliveira Zurita - 8h30 às 22h
Circuito de Palestras em escolas municipais - Departamento do Meio Ambiente

27 de março - sexta-feira
Feira do Estudante - Araras - Cidade Educadora - Centro Cultural de Araras Leny de Oliveira Zurita - 8h30 às 22h
Circuito de Palestras em escolas municipais - Departamento do Meio Ambiente
 

29 de março - domingo
Show de encerramento da Semana do Município e Semana da Água
Banda Fattus
Praça Barão de Araras - 20h
 

Secom/PMA

11/03/15 

 

 

 
Campanha

Mobilização pelo uso racional da água será lançada nesta quarta-feira na UAB
Evento marcará divulgação de programação de ações educativas que envolverão tanto a Semana da Água quanto a Semana do Município; “Economizômetro” vai divulgar diariamente volume de água tratada para abastecer a população

                                                                                                                                           Divulgação

Ação será apresentada na UAB

A campanha Use Não Abuse. Água - Nosso grande desafio será lançada nesta quarta-feira (11), às 9h30, na sede da UAB (Universidade Aberta do Brasil), que fica na Avenida Nestlé, próximo ao Centro Cultural Leny de Oliveira Zurita. A iniciativa é do Saema (Serviço de Água, Esgoto e Meio Ambiente) e da Prefeitura, com apoio das Secretarias de Educação, Comunicação Social, Cultura, Esporte, Segurança e Defesa Civil.

 

São aguardadas as presenças de autoridades – vereadores, secretários e lideranças de diversos segmentos da sociedade, bem como profissionais de imprensa. Lideranças de vários setores da comunidade ararense já participaram, nos últimos dias, de reuniões para debater a crise hídrica e apontar soluções, bem como para ampliar o engajamento na mobilização social.

 

Durante o evento de lançamento, serão detalhadas ações da mobilização, que compreenderão atividades educativas, atrações culturais com a temática da água e do meio ambiente, e ainda a adoção de um “economizômetro” – um placar digital que será colocado na região central da cidade para divulgar, todos os dias, os números da economia e do consumo de água tratada.

 

A ação embute um grande desafio: reduzir o consumo de água de 32 milhões de litros diários para 25 milhões de litros ao dia, volume considerado adequado tanto à demanda quanto à oferta de água do Rio Mogi Guaçu, de onde o Saema pretende retirar toda a água para abastecer a cidade durante o racionamento, que ainda segue em vigor, no sistema 12hx36h.

 

Essa é a medida crucial, segundo o presidente do Saema, para que nossas represas sejam preservadas para recuperarem seus volumes e garantirem a segurança hídrica da cidade durante a estiagem que se aproxima – de abril a setembro ou mesmo outubro, conforme previsões de institutos de meteorologia.

 

Caminhada e abraço ao Lago

Entre diversas ações que acontecerão durante a mobilização, está uma caminhada dia 23 de março, pelas ruas centrais da cidade rumo ao Parque Municipal Fábio da Silva Prado, o Lago.

 

Após a caminhada, está sendo organizado um grande abraço ao Lago, o maior cartão postal de Araras e que simbolizará o respeito pelos recursos hídricos do município. Crianças da rede municipal de ensino e integrantes dos grupos de terceira idade participarão dessa ação.

 

Peça teatral com temática de preservação ambiental e ação com alunos nas escolas da rede municipal visando a economia de água nas residências também estão no programa, que integra os eventos organizados para comemoração tanto da Semana da Água quanto da Semana do Município.

 

Secom/PMA

100315 

 
Transposição

UFSCar autoriza transposição de água de represa do campus de Araras
Previsão é que Saema possa captar até 100 litros por segundo; medida visa recompor a capacidade da represa Tambory, um dos reservatórios que abastece a cidade

                                                                                                                          Ederaldo Poy/Saema

 

Meta será captar mais 100 litros por segundo de represa localizada no campus da UFSCar de Araras

O Conselho Superior da UFSCar (Universidade Federal de São Carlos) autorizou a transposição de água de represa existente dentro do campus de Ciências Agrárias de . A decisão foi tomada após reunião do Conselho Superior da instituição, realizada na última sexta-feira (6) e coordenada pelo vice-reitor professor Dr. Adilson Jesus Aparecido de Oliveira.

 

A carta de anuência, autorização emitida pela UFSCar, será encaminhada ao Daee (Departamento de Águas e Energia Elétrica), que dará o aval final para transposição.

 

A medida é uma das listadas em curto prazo pelo Saema no Plano de Metas anunciado em janeiro, visando o enfrentamento da crise hídrica que assola toda a região Sudeste do Brasil e atinge também Araras.

 

A previsão é que sejam captados da represa 100 litros de água por segundo. A transposição visa acelerar a recuperação da represa Tambury, na zona oeste.

 

O reservatório é formado por duas represas: uma que fica em terreno da UFSCar e outra em terreno que pertence à Usina Santa Lúcia. A capacidade total do reservatório é de 1 milhão de metros cúbicos de água.

 

Operação similar de transposição de águas vem sendo realizada para acelerar a recomposição da represa Hermínio Ometto, com água transposta de represa pertencente à Usina São João.

                                                                                                                                         Secom/PMA

Membros da administração solicitaram o pedido para efetivar a medida em fevereiro

 

De acordo com o presidente do Saema Felipe Beloto, a previsão é que os serviços comecem ainda nessa semana. “Para efetivar a transposição, teremos que instalar um tubulação de aproximadamente 6 km para levar a água até a represa Tambory, o que deve durar uns 15 dias. Após isso, instalaremos a motobomba para bombeamento da água, isso só depois de obter a outorga do Daee”, explicou.

 

Para consolidar a parceria, o Saema terá que cumprir uma lista com seis exigências apontadas pela UFSCar, garantindo a responsabilidade no manejo dos recursos hídricos. São elas: 1) permitir a instalação da motobomba para captação, somente após outorga do Daee; 2) as obras terão que ser acompanhadas por membros indicados pela UFSCar; 3) quaisquer tipos de ônus e despesas serão de responsabilidade da Prefeitura, por meio do Saema; 4) a quantidade de água retirada não poderá prejudicar o abastecimento do campus da universidade; 5) o Saema garantirá quaisquer compensações ambientais, caso haja eventuais danos; 6) finalizada a transposição das águas, o Saema terá que retirar todos os equipamentos instalados na represa.

 

“Iremos cumprir todas as exigências à risca, realizando os serviços de maneira sustentável sem qualquer dano ambiental à reserva hídrica”, reforça o presidente do Saema.

 

O Plano de Metas, anunciado em janeiro pelo Saema, conta com 40 medidas de curto, médio e longo prazos, para assegurar o abastecimento de água à população local. Boa parte das ações de curto e médio prazos já está em andamento – como, por exemplo, aumento da captação do Rio Mogi Guaçu, desassoreamento e reflorestamento das represas, transposição de águas e perfuração de poços e instalação de novos hidrômetros. 

 

Horácio Busolin Júnior /Secom

090315 

 
Mais água

Água: captação do Mogi vai a 350 litros por segundo e quase supre a cidade, ainda com racionamento

Ampliação da capacidade de bombeamento do rio é a mais significativa em décadas e era a principal ação do Plano de Metas anunciado pela Prefeitura e Saema em janeiro; consumo ainda está mais alto do que volume captado do Mogi

Ederaldo Poy/Saema

Momento em que a nova bomba foi colocada dentro do rio Mogi Guaçu

Considerada uma das principais ou mesmo a mais decisiva medida de curto prazo anunciada pela Prefeitura e pelo Saema (Serviço de Água, Esgoto e Meio Ambiente) em janeiro, no Plano de Metas para enfrentamento da crise hídrica, a ampliação da captação de água do rio Mogi Guaçu foi concretizada esta semana pela autarquia.

 

A instalação de uma terceira bomba e a reestruturação de todos os sistemas elétricos e hidráulicos, com troca de conexões e outros serviços, foram concluídas com êxito na última quarta-feira (4), mas o Saema só divulgou o resultado bem sucedido das operações nesta sexta (6): a captação de água subiu de 200 litros por segundo para 350 litros por segundo, volume considerado suficiente para suprir o abastecimento diário de Araras com o racionamento 12hx36h em vigor.

 

Logística especial

Na quarta-feira, técnicos do Saema e também de empresas que dão assessoria técnica à autarquia trabalharam praticamente o dia todo para instalar a nova bomba e seus acessórios no sistema de captação existente a 26 quilômetros da ETA (Estação de Tratamento de Água).

 

Um guindaste teve que ser locado para dar suporte à operação e colocar a bomba e suas estruturas de apoio dentro do rio. O trabalho de conexão do equipamento ao sistema de captação foi feito em seguida e as bombas – agora num total de três – foram ligadas ao mesmo tempo.

 

A vazão de chegada na ETA, já no Jardim Cândida, foi medida no final do dia. Às 19h, já batia nos 340 litros por segundo. Às 21h, era de 350 litros por segundo, o volume idealizado para o qual a captação e o bombeamento foram redimensionados. “A rede se comportou muito bem, conforme testes que já tínhamos feito em janeiro e fevereiro. Com isso, nós eficientizamos nossa captação para servir à nova realidade que toda a região Sudeste do País está vivendo”, afirmou o presidente do Saema, Felipe Beloto.

                                                                                                                          Ederaldo Poy/Saema

 

Chegada da água na Estação de Tratamento, a 26 quilômetros da captação

 

Por que o racionamento continua?

Segundo Beloto, a ampliação da captação também é considerada fundamental para que nossas represas sejam efetivamente poupadas e possam recuperar seus volumes, visando dar segurança hídrica à cidade durante os longos meses de estiagem – prevista entre abril e setembro, pelo menos.

 

“A partir deste sábado (7), vamos fechar definitivamente as nossas represas. A captação do Mogi praticamente nos garante o abastecimento dentro do esquema de racionamento vigente. Com isso, nossas represas poderão ser poupadas para, com as chuvas, irem se recuperando para nos socorrer no período mais difícil, que, diferentemente do que muitos pensam, ainda está por vir, com a estiagem do outono e inverno”, disse Beloto, em coletiva de imprensa nesta sexta-feira.

 

Com exceção de alguns dias que registram números bem mais altos, o volume de água tratada para abastecer a cidade a cada dia tem ficado em torno de 32 a 33 milhões de litros. Isso representa aproximadamente 7 milhões de litros a mais além do que o Mogi, já com a nova captação, fornece à cidade. Daí a importância de uma redução um pouco mais significativa no consumo. “Estamos quase lá. Se fizermos um uso um pouco mais racional da água, teremos a segurança hídrica necessária para atravessar o período mais difícil do ano com abastecimento assegurado, ainda que com restrição”, concluiu o presidente.

 

Secom/PMA

060315 

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL

 

 

 

Notícias

Comunicado: rompimento de adutora pode causar falta d´água na região norte
Leia mais...
 
Pródébito 2: prazo para parcelamento de dívidas termina nesta sexta-feira

 

Leia mais...
 
Dia da Árvore: atividades comemorativas começaram nesta segunda-feira

 

Leia mais...
 
Saema inicia a 5ª Sipat na segunda-feira
Leia mais...
 
Saema discutirá o problema da estiagem em encontro no Centro Cultural
Leia mais...
 
Saema: palestra, saúde e higiene são atividades no início da 5ª Sipat

 

Leia mais...
 
Araras registra 55% menos chuva do que no ano passado
Leia mais...
 
Decreto autoriza multa a munícipe que gastar água
Leia mais...
 
Saema realiza campanha pela saúde do trabalhador
Leia mais...
 
Saema define devolução de taxas pagas em concurso cancelado
Leia mais...
 
Problema no sistema tem dificultado adesão do PróDébito do Saema

 

Leia mais...
 
Concurso público do Saema é cancelado
Leia mais...
 
0800 do Saema funcionará normalmente durante os jogos do Brasil

 

Leia mais...
 
Problemas ambientais transmitidos com bom humor

 

Leia mais...
 
0800 do Saema esta recebendo ligação de celular
Leia mais...
 
Servidores participam do programa “Conscientização Profissional”
Leia mais...
 
Semana do Meio Ambiente: bióloga do DMA faz palestra a alunos do Sesi
Leia mais...
 
13/05/14 - Blitze educativas utilizam humor para falar sobre economia de água

Leia mais...
 
09/05/14 - Comunicado: Saema interditará avenida para realização de obra

Leia mais...
 
07/05/14 - Reservatórios pichados por vândalos recebem pintura

Leia mais...

Pesquisa